segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Certos golpes nos marcam para sempre, é compreensível, assim como certas feridas que ficam, parece que sem cura... Palavras que colam na alma e se cristalizam na memória, atitudes infelizes, traições, abandono, desamor, tanta coisa que nos fazem chorar, que apagam o sorriso, que matam a esperança, que provocam a ira e o desejo de vingança no coração...
Sombras que entristecem a vida e impedem a felicidade.
Um acontecimento, em uma data qualquer do passado, anulando quase que toda uma encarnação!...
Não parece ser uma atitude muito inteligente, não é mesmo? Ou uma atitude oriunda de pessoa que já recebeu tanto esclarecimento acerca de provas, expiações, lei de ação e reação, vida e felicidade futura...
Acerca de perdão!
Perdoar, perdoar-se, se refazer, reinventar-se, quanto mais golpeado, mais amar!
Fazer luz em si para espantar as sombras, entender a fé como uma construção diária, permanente, olhar para o Alto, confiar e prosseguir...
Comecemos cada dia nos acolhendo, nos olhando com carinho e prometendo a nós mesmo deixar os sentimentos negativos que ainda nos acompanham no passado, para que nos curemos de todo o mal, para que nossa alma volte a ser saudável novamente.
O mundo precisa de corações valentes, de almas que saibam sorrir apesar das lágrimas, o mundo precisa de direção, de conforto, de mais Deus e menos pessimismo!
Deus é Amor infinito, é Paz, é Progresso, é Vida, e fala com seus filhos através de outros filhos.
Vamos começar a nos colocar no lugar do outro! E se fosse conosco, teríamos feito diferente? Mesmo?...
Deus é Luz e um filho envenenado de ressentimento não pode, não consegue ser Seu porta-voz porque a Luz apenas se reflete em toda a sua grandiosidade em ambientes abertos e desobstruídos de qualquer impureza.
Pensemos nisso!
(Instituto André Luiz, Ctba, 10/11/2019)

quarta-feira, 9 de outubro de 2019


"A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz; se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!" (Mateus 6:22,23)


terça-feira, 8 de outubro de 2019


Nós, espíritas, gostamos de afirmar que o acaso não existe. E isto é verdade, porque tudo que habita, se move, pensa e realiza no mundo provém de Deus, Suprema Inteligência do Universo.
Nada igualmente é criado - principalmente pelo homem, por acaso. Tudo tem uma finalidade, tem um objetivo nobre, por mais que nos seja difícil reconhecer tal fato.
Existem estilos musicais que são profundamente detestados. Muitos classificam o rock, por exemplo, como expressão demoníaca. Outros afirmam que a sua manifestação deveria ser proibida, para evitar a perdição dos jovens em seus labirintos trevosos.
No entanto, uma rápida leitura no livro "O Consolador", de Emmanuel, psicografia de Francisco Cândido Xavier, nos alerta, surpreendentemente que a música, mesmo a que costumamos classificar de "inferior", também é expressão do Mais Alto, é Arte que a Providência Divina utiliza na remissão de espíritos endurecidos ou recalcitrantes.
Então, como valiosa lição, antes de criticar, abençoemos as ferramentas que o Pai coloca no mundo para resgatar seus filhos, ainda os mais difíceis e por caminhos para nós ainda incompreensíveis.
Diz Emmanuel que "todas as expressões de arte na Terra representam traços de espiritualidade, muitas vezes estranhos à vida do planeta.
Através dessa realidade, podereis reconhecer que a arte, em qualquer de suas formas puras, constitui objeto da atenção carinhosa dos invisíveis, com possibilidades outras que o artista do mundo está muito longe de imaginar." (O Consolador, parte II, Arte)
Então não é preciso gostar deste ou daquele gênero musical, mas também não os amaldiçoemos, condenando-os antecipadamente à perdição.
Toda Arte provém de Deus.
Que nosso coração se encha de alegria e gratidão pelos instrumentos divinos de regeneração do ser humano, sejam quais forem porque, se estão no mundo, não o estão por acaso, possuem uma finalidade, a qual um dia entenderemos. (Instituto André Luiz)





A fé sólida é aquela que pode encarar a razão, face a face” afirma Allan Kardec em O Livro dos Médiuns.
Fé sólida é crer que estamos todos sob os cuidados incessantes do Mais Alto e que por ela podemos prosseguir sem temor, afastando do coração amarras como a superstição, o fanatismo e o preconceito.
Tudo o que está aqui no mundo, é obra do Pai.
O mundo é belo e bom, e até onde as sombras parecem prevalecer, sob seu manto se escondem tênues fios de esperança aguardando o socorro do tempo para se fortalecer e se iluminar.
A paz que não encontramos muitas vezes se oculta sob o olhar de amor que não temos a coragem de dar.
Não é fácil deixar para trás concepções religiosas, morais e legais e que tiveram imenso peso em nossas vidas para abarcar o novo, mas evoluir é preciso.
Abandonemos em definitivo velhas amarras que não nos deixam enxergar o quão bela é a vida, mesmo que não pareça.
Isso não é castigo, é conhecimento que vai amadurecer nossa fé, é uma nova e bela lição que Deus concede a quem já tem condições de ver com o coração para compreender a vida com a Razão.
(Instituto André Luiz)

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

"Através de mil formas, somos hoje, qual ontem, viajantes do tempo em trânsito da sombra para a luz."
______ Emmanuel
Uma linda reflexão para hoje!... Quantos corpos, quantas formas já tivemos? Quantas mais teremos? Até alcançar a perfeição se desdobra a frente, ainda, um longo caminho! É importante cuidar da matéria, da vida material, de nosso dia a dia na carne, mas não façamos desta necessidade uma prisão, e onde apenas estaremos jogando fora o tempo que foi nos dado por Deus para o nosso aprimoramento moral e espiritual. A prioridade deve ser o burilamento de tendências e sentimentos e onde o "ser" deve sempre ter prevalência sobre o "ter". Bens materiais, nome, cargo, corpo, juventude, beleza e saúde são itens passageiros que o tempo descartará impiedosamente no fim. Em nós permanecerá apenas o que houvermos feito de bom ou de ruim... a nós mesmos.
Pensemos nisso!
(Instituto André Luiz)

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Fé, confiança no Mais Alto e esperança sempre! Que nada se perca apesar das sombras, e apesar das lágrimas.
Jesus, nosso exemplo maior, viveu semeando alegria e fé nos corações, e sabia que iria morrer na cruz...
Não temos estofo para uma missão tão alta, talvez nossa missão se resuma a uma pequena tarefa num canto qualquer do Planeta, mas mesmo sendo pouco, mesmo sendo quase nada, quando o Mestre chamar, façamos o nosso melhor!
Assim procedendo, no lugar onde estivermos, mesmo fazendo o mínimo ou até tentando o impossível, Jesus estará conosco.
É assim que Ele prossegue trabalhando pela Terra: através de cada um de nós que respondeu ao seu chamado e que, confiando Nele, foi trabalhar com alegria também.
(Instituto André Luiz)

terça-feira, 17 de setembro de 2019


Sejamos sempre gratos a quem nos ajuda com seus conselhos e com a sua experiência, mas caminhemos por nossos próprios pés.
No rumo da vitória, o autoconhecimento é essencial.
Conhece-te a ti mesmo, diz a sabedoria ancestral.
Desvenda teu íntimo à luz do Amor Supremo, sem auto-reprovações prejudiciais, acolhendo as fraquezas por lições urgentes e as batalhas ganhas por incentivo a novas aquisições e segue, confiante.
Caminhar na companhia do carinho e da sabedoria dos outros é sempre luz na estrada.
Mas caminhar aprendendo com as próprias escolhas, é luz e alegria no espírito. (Instituto André Luiz)

segunda-feira, 9 de setembro de 2019


É possível viver momentos de paz e alegria quando nosso coração compreende e aceita que o controle da vida, nossa e dos demais, se encontra nas mãos de Deus.
Se o ontem foi difícil, calemos.
Se o amanhã nos assusta, esperemos.
O que trouxe dor também trouxe burilamento e o futuro que parece sombrio pode ser luz e crescimento.
Não devemos sofrer pelo que passou, e muito menos sofrer por antecipação pelo que virá.
O passado e o futuro pertencem a Deus, de fato, e Deus é Amor.
O que veio e o que virá de suas mãos Augustas, teve e tem, como objetivo único, a nossa felicidade.
(Instituto André Luiz)

~~~~~~~
Pequenas regras de André Luiz para manter a paz, a alegria e o equilíbrio no dia a dia:
"Ajude sempre.
Não tema.
Jamais desespere.
Aprenda incessantemente.
Pense muito.
Medite mais.
Fale pouco.
Retifique, amando.
Trabalhe feliz.
Dirija, equilibrado.
Obedeça, contente.
Não se queixe.
Siga adiante.
Repare além.
Veja longe.
Discuta serenamente.
Faça luz.
Semeie paz.
Espalhe bênçãos.
Lute, elevando.
Seja alegre.
Viva desassombrado.
Demonstre coragem.
Revele calma.
Respeite tudo.
Ore, confiante.
Vigie, benevolente.
Caminhe, melhorando.
Sirva hoje.
Espere o amanhã."
ANDRÉ LUIZ, "Agenda Cristã", 5)
-------------------------------------
Canção "Pra ser sincero",
Antonio Carlos Santos Freitas / Marisa De Azevedo Monte

sexta-feira, 6 de setembro de 2019



A mente pode ser o que a pessoa quiser: seu refúgio, seu jardim, seu céu azul, seu hospital e sua paz. Mas também pode ser seu martírio, seu pântano, sua tempestade, seu manicômio e seu horror.
É preciso encarar a vida como ela é, sem deixar contudo que a realidade penetre a alma com seus espinhos dilacerantes.
Um olhar de ternura e compaixão altera imediatamente a percepção espiritual acerca da paisagem que nos rodeia.
Cada fato, por mais triste ou sombrio, traz em si algo de bom e que vale a pena memorizar.
Entre a realidade e o coração, coloquemos o filtro do amor para que a alma registre, apesar de tudo, mais cores e menos dores. (Instituto André Luiz)


Que hoje seu dia seja diferente, especial!... Que o sorriso retorne, que o olhar brilhe novamente e que aqueles sonhos, tão largados e esquecidos, encontrem forças para voltar!
Que hoje você sinta que, de fato, o ontem ficou para trás e um novo dia surgiu feliz.
Use-o para sorrir, amar e perdoar, para VIVER em maiúsculas, para se libertar de sombras e esquecer desencantos passados.
A dor é lição, mas não esqueça: é passageira. Nosso destino final, pela vontade de Deus, chama-se FELICIDADE! (Instituto André Luiz)


Uma forma de agravar a enfermidade é preocupar-se sobre a sua causa, ou levar em consideração exagerada palavras que descrevem cada doença como consequência de determinado ato passado.
Nem toda doença é reparação do pretérito, assim como nem toda dor é pagamento da dor causada a outrem.
Quando é do interesse do encarnado, a doença surge como pausa à obtenção de novas luzes, imprescindíveis a etapas existenciais mais exigentes, ou para uma necessária ressignificação espiritual.
Cada enfermidade tem seu motivo, mas suas raízes repousam longe de nosso entendimento e juízo.
Serenidade, silêncio e prece nesta hora auxiliam enormemente, bem mais que palavras ou explicações.
Toda a nossa vida está traçada pelo Amor Maior.
Que permaneça em suas mãos compassivas o desenrolar e o desfecho da enfermidade de agora.
Roguemos pelo melhor, mas acatemos sempre, para nós e nossos amados, a indefectível vontade de Deus. (Instituto André Luiz)


Falou mal de você?
Por mais que machuque, o problema não é seu, é de quem falou.
Se você nada deve, não se preocupe.
Pertence a ele o despeito, a maldade e o veneno.
Ninguém critica o que não lhe interessa.
Então, ou você é, ou você tem o que o que o outro inveja e ataca.
Envolva as críticas negativas com o silêncio que tudo desarma, desculpando sempre.
Aos adversários, uma prece.
Ao mal, a força do bem.
Perante a calúnia, o poder do exemplo reto, a consciência tranquila.
Mostre quem você é, e o tempo mostrará a verdade. (Instituto André Luiz)


Por trás da encarnação de cada filho, de cada criança, existe uma longa e extraordinária história que deve ser recebida com amor, atenção e respeito.
O filho complicado, a filha difícil, são viajantes que outrora encontraram dificuldades na estrada, nos pedindo paciência e paz, amor e compreensão para o reajuste necessário.
Seguirão seu caminho amanhã, em experiências diferentes das nossas, levando de nós apenas as marcas que lhes deixarmos na alma.
Os filhos tranquilos e carinhosos são espíritos amados que chegam para nos ajudar na travessia, mas que também vem de longe e seguirão sua estrada amanhã, talvez muito distantes de nosso amor.
De nós, levarão também as impressões que lhes deixarmos no coração.
Em ambos os casos, que nosso legado seja energia amorosa e renovadora, seja a lembrança feliz que, qual força oculta, os acalente e ampare nas novas e necessárias vivências.
Jesus nos abençoe a todos! (Instituto André Luiz, 03/04/2019)

"Para a alma superior, a arte é uma prece..."
Pensemos nisso quando sentirmos nosso gosto se inclinar para formas deprimentes de arte, entre elas as músicas que rebaixam o ser humano, principalmente a mulher, a meras máquinas sexuais descartáveis; às encenações (filmes, peças, novelas, exposições e etc.), e onde o nu e o vulgar afrontam a verdadeira arte, barateando perigosamente o sentido sagrado vida e da sexualidade humana, seja qual for a orientação.
Sejamos seletivos sempre.
Ser seletivo não significa ser triste e rabugento. Significa movimentar a arte no sentido do engrandecimento da alma humana, significa alegra-se com o que provém do Mais Alto, nossa destinação futura, e não refocilar-se nas sombras do "mais baixo", nosso passado recente. (Instituto André Luiz, 05/04/2019)
~~~~~~~~~~
Meditemos um pouco no que nos diz Emmanuel em "O Consolador" sobre a Arte:

"- Que é arte?
- A arte pura é a mais elevada contemplação espiritual por parte das criaturas. Ela significa a mais profunda exteriorização do ideal, a divina manifestação desse “mais além” que polariza as esperanças da alma.
O artista verdadeiro é sempre o “médium” das belezas eternas e o seu trabalho, em todos os tempos, foi tanger as cordas mais vibráteis do sentimento humano, alçando-o da Terra para o Infinito e abrindo, em todos os caminhos a ânsia dos corações para Deus, nas suas manifestações
supremas de beleza, de sabedoria, de paz e de amor."
(Emmanuel, O Consolador, II, SENTIMENTO, ARTE)

Uma voz se levanta, outra voz se julga melhor.
Uma palavra clareia, outra se diz mais inteligente.
Alguém se destaca, a inveja lhe aponta o dedo.
Um sorriso surge encantador, o despeito o desfigura.
Um trabalho beneficia a muitos, logo o plágio se apossa dele.
A inteligência cria, o oportunismo copia.
O bondoso auxilia, o egoísta destrói.
O generoso abre portas, o mesquinho quer fechá-las.
Onde surge o bem para ajudar, o mal vem para atrapalhar.
~~~~~~~~~~
Deus deu a cada filho o talento de realizar maravilhosas. Todos, sem exceção, possuem essa capacidade.
Por que, então, alguns só se interessam pela vitória alheia, e querem apenas o que os outros conquistaram?
~~~~~~~~~~
Para refletir.
(Instituto André Luiz)




Uma semana se encerra para uma nova se abrir, anunciando dias em branco que serão preenchidos, segundo a segundo, por pensamentos, intenções, palavras e atos nossos.

Mais uma vez, sejamos seletivos.
Quem sabe, reorganizando a agenda ou renunciando a alguns pequenos caprichos, não sobre tempo, enfim, para aquela caridade sonhada? Uma visita fraterna, um telefonema, a colaboração espontânea em um trabalho social, a compra de um item de primeira necessidade que está fazendo falta na casa de alguém, um sorriso, um abraço, um olhar além do próprio espelho para as necessidades alheias, um "muito obrigado!" dito de coração, uma gentileza inesperada ou um pedido de desculpas há muito adiado...
Servir aos semelhantes é servir a si mesmo. Caminho pavimentado de delicadeza aos outros é estrada que se abre, doce e promissora, ante nossos próprios pés.
Que esta sejam dias plenos de realizações, mesmo que pequenas, e cuja lembrança traga felicidade, paz de consciência e estímulo para realizar o bem sempre que possível! (Instituto André Luiz)

terça-feira, 27 de agosto de 2019


Amigo, seja ele quem for, é sempre alguém que nos entrega o coração em regime de total confiança...
Esses laços especiais repontam no caminho com a doçura que tinham ontem, quando privaram de nosso afeto e intimidade... Alguns, perfeitamente entrosados ao nosso modo de ser, são sinceros, calorosos e leais. Outros, mais tímidos, mostram certa dificuldade e que dizem de uma relação não tão estreita ou harmoniosa, mas estão aí, outra vez, pedindo nossa boa vontade e compreensão para se fortalecer no tempo.
Quem tem um amigo nunca está sozinho.
Em noites sombrias a amizade é luz, nas horas tensas é amparo, em dias claros é amor e felicidade.
A amizade, mais que laço, é parceria, é arrimo.
Seja alguém da família, seja alguém de fora, seja um ou sejam muitos, quem pode contar com o carinho sincero da amizade, segue vida fora com mais leveza e contentamento.
Os olhos brilham, o coração confia e o "eu te amo" é espontâneo.
Não estamos sós e isso é maravilhoso!
Alguém nos ama, nos compreende e quer o melhor para nós.
Quer que sejamos felizes, plenos e realizados.
São almas irmãs que Deus coloca em nosso caminho para que a travessia seja menos árida e penosa, são mãos que nos seguram, são braços que nos conduzem, são lábios que não sabem senão proferir para nós palavras de ânimo e encorajamento.
Se você não tem amigos, comece a cultivá-los.
Se já os tem, ame-os com desvelo, ternura e delicadeza, doando o melhor de si para o fortalecimento desse laço, porque amigos são jóias da vida iluminando o coração!
Não queira e nem deseje prosseguir sozinho porque haja se decepcionado um dia com alguém.
Precisamos de companhia e só sairemos do vale sombrio humano amparados no amor uns dos outros.
Para a subida, a guisa de impulso, contaremos com todo o bem que tivermos realizado em nós, mas para chegar ao Reino da Eterna Luz, nossos amados serão as asas.
Mais amigos, maior a força.
Mais amor, maior a altura.
Feliz voo!
(Instituto André Luiz, 03/07/2019)

segunda-feira, 26 de agosto de 2019

A vida é feita de altos e baixos, de dias bons e dias ruins, de momentos positivos e de momentos negativos, de horas em que ela é prova e depois é lição, como tem que ser, escoando inexorável pelas mãos do tempo, que marca sua justa duração.
A certeza de que nada é para sempre nos ajuda a manter o equilíbrio em todo e qualquer momento.
Existem porém, acontecimentos que permanecem.

São aqueles que, não importa o tempo transcorrido, prosseguem vivos na tela da memória.

Um amor, uma saudade, uma alegria, um remorso, uma decepção...

Tanta coisa!
Estas memórias dizem muito de nós.
Atuais ou na forma de reações instintivas, desnudam nossa alma, indicando em qual degrau evolutivo nos encontramos.
Tristeza, angústia, mágoa, raiva e ressentimento?
Talvez o perdão não tenha sido praticado, sempre que se foi ferido por algo ou por alguém.
Fé, esperança, alegria e confiança?
Lágrimas vencidas e lições compreendidas.
Desânimo, cansaço, preguiça, má vontade e desalento?
Espírito infantilizado, recuando perante provas mais severas.
Bondade, disposição em ajudar, bom humor e coração fraterno?
Alma que já compreendeu seu lugar no mundo e o significado real de "servir".

Escolha com carinho as lembranças que ficarão mais tempo com você.
Selecione aquelas que lhe darão paz, conforto, prazer e felicidade.
Sentimentos bons que farão de cada novo dia um presente digno de ser recebido e retribuído.
Não permita que a sombra das horas menos felizes comprometam o seu potencial de plenitude e realização.
Alegria gera alegria. Amor gera amor.
Recomendou Jesus: "Sejam perfeitos, como vosso Pai Celestial é perfeito."
Ainda não somos, mas podemos tentar.
Vamos?
(Instituto André Luiz, 18/07/2019)


Nossos dias são marcas no caminho evolutivo...
Sinais que deixamos pelo caminho, falando de nós e de quem somos realmente.

Nosso retrato espiritual se mostra com clareza nestes sinais.
Qual é o seu?
PROGRAMAÇÃO
   De trabalho no presente;
   De serviço aos semelhantes;
   De confiança no futuro;
   De pensamento no Bem;
   Da felicidade ao dever;
   Do cultivo da amizade;
   Do exercício de paciência;
   Da prática da bondade;
   Do culto da gratidão;
   Do devotamento ao estudo;
   Deus Todo-Sábio nos ajude a lembrar.

   De provações passadas;
   De lágrimas vencidas;
   Da tendência ao desânimo;
   Do amigo que desertou;
   Do adversário gratuito;
   Do problema superado;
   Da injúria sofrida;
   Do encontro infeliz;
   Da introdução à censura;
   Do verbo inútil;
   Do tempo vago;
   Deus Todo-Misericordioso nos ajude a esquecer.

(André Luiz, Chico Xavier, "Respostas da Vida, 5)
NUNCA DESFALECER
Não permitas que os problemas externos, inclusive os do próprio corpo, te inabilitem para o serviço da tua iluminação.
Enquanto te encontras no plano de exercício, qual a crosta da Terra, sempre serás defrontado pela dificuldade e pela dor.
A lição dada é caminho para novas lições.
Atrás do enigma resolvido, outros enigmas aparecem.
Outra não pode ser a função da escola, senão ensinar, exercitar e aperfeiçoar.
Enche-te, pois, de calma e bom ânimo, em todas as situações.
Foste colocado entre obstáculos mil de natureza estranha, para que, vencendo inibições fora de ti, aprendas a superar as tuas limitações.
Enquanto a comunidade terrestre não se adaptar à nova luz, respirarás cercado de lágrimas inquietantes, de gestos impensados e de sentimentos escuros.
Dispõe-te a desculpar e auxiliar sempre, a fim de que não percas a gloriosa oportunidade de crescimento espiritual.
Lembra-te de todas as aflições que rodearam o espírito cristão, no mundo, desde a vinda do Senhor.
Onde está o Sinédrio que condenou o Amigo Celeste à morte?
Onde os romanos vaidosos e dominadores? Onde os verdugos da Boa Nova nascente?
Onde os guerreiros que fizeram correr, em torno do Evangelho, rios escuros de sangue e suor?
Onde os príncipes astutos que combateram e negociaram, em nome do Renovador Crucificado?
Onde as trevas da Idade Média?
Onde os políticos e inquisidores de todos os matizes, que feriram em nome do Excelso Benfeitor?
Arrojados pelo tempo aos despenhadeiros de cinza, fortaleceram e consolidaram o pedestal de luz, em que a figura do Cristo resplandece, cada vez mais gloriosa, no governo dos séculos.
Centraliza-te no esforço de ajudar no bem comum, seguindo com a tua cruz, ao encontro da ressurreição divina. Nas surpresas constrangedoras da marcha, recorda que, antes de tudo, importa orar sempre, trabalhando, servindo, aprendendo, amando, e nunca desfalecer.
(Emmanuel, Chico Xavier, "Fonte Viva", 61)
AMOR, ALIMENTO DAS ALMAS ❤️
NAMORO - "A integração de duas criaturas para a comunhão afetiva começa habitualmente pelo período de namoro que se traduz por suave encantamento. Dois seres descobrem um no outro, de maneira imprevista, motivos e apelos para a entrega recíproca e daí se desenvolve o processo de atração. O assunto consubstanciaria o que seria lícito nomear como sendo um "doce mistério" se não faceássemos nele as realidades da reencarnação e da afinidade.
Espíritos que traçaram entre si a realização de empresas afetivas ainda no Mundo Espiritual, criaturas que já partilharam experiências no campo sexual em estâncias passadas, corações que se enredaram passionalmente noutras eras, ou almas inesperadamente harmonizadas na complementação magnética, diariamente compartilham as emoções de semelhantes encontros, em todos os lugares da Terra." (EMMANUEL, Vida e Sexo, Francisco Cândido Xavier)



Resiliência é a capacidade de se recobrar facilmente dos golpes da vida, ou de se adaptar ao infortúnio e às mudanças doridas ou desconfortáveis.

Não é apenas uma palavra bonita que toca o nosso coração, é quase um chamado divino à nossa coragem e à nossa força espiritual para sobreviver aos embates da vida, sem sucumbir.
O mundo material evolui selecionando.
Assim também o mundo moral e espiritual.
As almas frágeis vão ficando para trás, apesar dos cuidados incessantes do Mais Alto, enquanto que as fortes se destacam e avançam, felizes, no caminho da perfeição.
Todos fomos criados iguais, para a mesma destinação.
Aqueles que resplandecem no céu dos bem-aventurados, não foram privilegiados nos processos divinos, eles fizeram por merecer o luminoso lugar que ocupam.
Eles lutaram as mesmas lutas que lutamos, e venceram porque se recusaram a parar e a desistir.
Sigamos suas pegadas, sem medo, sem retroceder perante as dificuldades que nos afligem momentaneamente.
Amanhã veremos que o esforço despendido hoje é força nova agregada a alma, nos impulsionando com mais facilidade e vigor no rumo de novas e felizes conquistas e realizações! (Instituto André Luiz)



Nosso mundo psíquico permanece vedado aos encarnados que convivem conosco, porém é totalmente acessível a qualquer desencarnado que se aproxime via sintonia moral. expondo sem restrição os nossos mais íntimos pensamentos.

Por isso, é importante o "vigiar e orar", ou pensar com sabedoria e maturidade.
Procurar o lado "bom" dos acontecimentos.
Esquivar-se de fofocas, de maledicências e de tudo que pretenda diminuir alguém.
Acostumar-se com leitura edificante, buscando alegria em páginas saudáveis e enriquecedoras.
Fugir de sugestões sexuais deprimentes, mesmo que surjam travestidas de enganosa modernidade.
Alguns filmes, vídeos, músicas e jogos, muito embora aparentemente "divertidos", são caminhos sem volta no que diz respeito ao valor inquestionável que devemos dar ao nosso próximo.
Divertir-se intimamente com o fracasso de alguém, desejar mal discretamente, zombar do interlocutor sem que ele perceba, rogar uma praga silenciosa, cultivar "duas caras", são hábitos comuns mas que abrem brechas perigosas a que espíritos inferiores se apossem de nossa mente.
Vigiar não significa viver tristonho, sem poder rir de nada e por nada... Vigiar significa apenas afastar prudentemente de nossos pensamentos as sugestões infelizes que possam nos manter, para nosso prejuízo, em paisagens mentais deprimentes, pelo tempo necessário para que se tornem hábito, e depois vício, retardando nossa evolução e consequentemente a nossa felicidade real.
_______🌹INSTITUTO ANDRÉ LUIZ

(Baseado na mensagem "Violadores de Almas", de André Luiz, livro "Sol nas Almas", cap. 7, FCXavier.
A cabeça ocupada em tarefas nobres é a melhor defesa que possuímos contra as sugestões do mal.

As vezes dói ver os "felizes" da Terra exibindo bens e regalias que para nós são sonhos maravilhosos, acalentados no coração, e nem de longe nos conforta o pensamento de que o trabalho pesado que consome as horas vida afora, é bênção e felicidade para o nosso porvir.
Exorta André Luiz: "Nunca se envergonhe, nem se lamente de servir."
Então abençoe sua vida como ela é, abençoe seu trabalho singelo, o dia a dia corrido, o descanso limitado.
Talvez tenha sido exatamente este o pedido feito antes de reencarnar: trabalho e suor como defesa contra um possível fracasso.
(Instituto André Luiz)



Nem todos os dias são claros e luminosos, em alguns é como se a noite não quisesse se retirar...

Chove, faz frio, o coração aperta.
Mas a Terra e a vida se renovam incessantemente e dias assim são necessários para que isso aconteça.
Não deixe que a alegra se perca entre as sombras passageiras.
Acostume-se com os ciclos da vida: depois da chuva vem o sol, depois do frio, o calor e depois do pranto, o riso.
Nesta ordem.
Tudo se renova permanentemente.
Vista-se de amor, paciência e compreensão, e renove-se também! (IAL)


Para a Humanidade, Deus representa o amor infalível, o sublime e derradeiro amparo, nossa razão de existir.

O Criador que vela por cada filho de forma única, especial.
Para Ele, ninguém está perdido ou irremediavelmente condenado.
Ninguém é mais, ninguém é menos.
Singularmente importantes, na mesma proporção.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Isso lembra alguém?
Sim, com certeza!
Neste dia das mães, é impossível não lembrar de Deus, de não pensar em Deus na forma maternal, como na imagem que ilustra o post.
O amor das mães humanas, ainda tão imperfeito, muitas vezes já consegue se aproximar do divino, pelo heroísmo e renúncia a que se submetem muitas mulheres para bem criar sua prole.
Surpreendemos assim também muitos homens, na posição de verdadeiros heróis, criando a sozinhos e com imensa dificuldade os filhos que a vida lhes deu.
Também eles se aproximam do divino, através de ásperos testemunhos de amor.
Como então categorizar Deus como apenas "Ele", apenas como Pai?
Deus pode ser o Pai e também a Mãe, porque ele é Perfeito e nós ainda não O compreendemos para emitir uma opinião ou para categorizá-lo nesta ou naquela forma. 
Então que importância tem nos referimos a Deus como Pai ou como Mãe?
É no seu colo que encontramos arrimo e consolo, amor e esclarecimento, força, alegria e segurança para prosseguir no caminho que ele traçou um dia para cada um de nós.
Somos seus "filhos", os seus "pequenos".
Especiais, importantes e únicos!
Não melhor que ninguém, não maior que ninguém, apenas seus "filhos queridos".
Existirá consolo mais doce do que se saber tão profundamente amado e protegido? Existirá algum perigo ou temor capaz de anular semelhante certeza?
Certamente que não!
Sendo assim, desejamos a todos um Feliz Dia das Mães!
Ou um feliz Dia das Mães para Deus, com gratidão e amor, de todos nós, seus filhos muito amados!
O que é viver? Experimentar! A criatura surge no plano terreno simples e ignorante, e é através da experiência que vai adquirindo conhecimento e maturidade.

Errar, se equivocar, é tão natural neste processo que Deus, em sua infinita bondade, concede oportunidades sem fim a criatura para que ela atinja, enfim, a perfeita sabedoria.
~~~~ 
Errou? Faz parte.
Se desculpe quando perceber o mau passo, sem se paralisar no remorso vazio, se desculpe com a vida agindo, se melhorando, buscando sempre e mais elementos que possam fortificar o Espírito, tais como: prece, disciplina, vigilância, estudo, prática, esperança, caridade, alegria e fé.
Diz André Luiz que "o erro ensina o caminho do acerto, e o fracasso mostra o caminho da segurança."
Em frente, amigos, fazer de novo para fazer melhor!
Jesus nos abençoe a todos! (Instituto André Luiz, Curitiba, PR)



Cada um está na sua luta, a luta que lhe diz respeito.

Não se impressione com as batalhas alheias.
Cada pessoa está as voltas com sua dificuldade, sua provação.
Ninguém se encontra isento delas 
Não critique, e nem menospreze.
Concentre-se em si mesmo (a).
Preste atenção ao que a vida lhe pede e faça o seu melhor!
Porque no final, é só isso que será levado em consideração: você, suas lutas e o que você fez delas. (IAL)
"Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos." (João 15:13)
"Nisto conhecemos todo o significado do amor: Cristo deu a sua vida por nós e devemos dar a nossa vida por nossos irmãos." (1 João 3:16)