quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Fé, confiança no Mais Alto e esperança sempre! Que nada se perca apesar das sombras, e apesar das lágrimas.
Jesus, nosso exemplo maior, viveu semeando alegria e fé nos corações, e sabia que iria morrer na cruz...
Não temos estofo para uma missão tão alta, talvez nossa missão se resuma a uma pequena tarefa num canto qualquer do Planeta, mas mesmo sendo pouco, mesmo sendo quase nada, quando o Mestre chamar, façamos o nosso melhor!
Assim procedendo, no lugar onde estivermos, mesmo fazendo o mínimo ou até tentando o impossível, Jesus estará conosco.
É assim que Ele prossegue trabalhando pela Terra: através de cada um de nós que respondeu ao seu chamado e que, confiando Nele, foi trabalhar com alegria também.
(Instituto André Luiz)

terça-feira, 17 de setembro de 2019


Sejamos sempre gratos a quem nos ajuda com seus conselhos e com a sua experiência, mas caminhemos por nossos próprios pés.
No rumo da vitória, o autoconhecimento é essencial.
Conhece-te a ti mesmo, diz a sabedoria ancestral.
Desvenda teu íntimo à luz do Amor Supremo, sem auto-reprovações prejudiciais, acolhendo as fraquezas por lições urgentes e as batalhas ganhas por incentivo a novas aquisições e segue, confiante.
Caminhar na companhia do carinho e da sabedoria dos outros é sempre luz na estrada.
Mas caminhar aprendendo com as próprias escolhas, é luz e alegria no espírito. (Instituto André Luiz)

segunda-feira, 9 de setembro de 2019


É possível viver momentos de paz e alegria quando nosso coração compreende e aceita que o controle da vida, nossa e dos demais, se encontra nas mãos de Deus.
Se o ontem foi difícil, calemos.
Se o amanhã nos assusta, esperemos.
O que trouxe dor também trouxe burilamento e o futuro que parece sombrio pode ser luz e crescimento.
Não devemos sofrer pelo que passou, e muito menos sofrer por antecipação pelo que virá.
O passado e o futuro pertencem a Deus, de fato, e Deus é Amor.
O que veio e o que virá de suas mãos Augustas, teve e tem, como objetivo único, a nossa felicidade.
(Instituto André Luiz)

~~~~~~~
Pequenas regras de André Luiz para manter a paz, a alegria e o equilíbrio no dia a dia:
"Ajude sempre.
Não tema.
Jamais desespere.
Aprenda incessantemente.
Pense muito.
Medite mais.
Fale pouco.
Retifique, amando.
Trabalhe feliz.
Dirija, equilibrado.
Obedeça, contente.
Não se queixe.
Siga adiante.
Repare além.
Veja longe.
Discuta serenamente.
Faça luz.
Semeie paz.
Espalhe bênçãos.
Lute, elevando.
Seja alegre.
Viva desassombrado.
Demonstre coragem.
Revele calma.
Respeite tudo.
Ore, confiante.
Vigie, benevolente.
Caminhe, melhorando.
Sirva hoje.
Espere o amanhã."
ANDRÉ LUIZ, "Agenda Cristã", 5)
-------------------------------------
Canção "Pra ser sincero",
Antonio Carlos Santos Freitas / Marisa De Azevedo Monte

sexta-feira, 6 de setembro de 2019



A mente pode ser o que a pessoa quiser: seu refúgio, seu jardim, seu céu azul, seu hospital e sua paz. Mas também pode ser seu martírio, seu pântano, sua tempestade, seu manicômio e seu horror.
É preciso encarar a vida como ela é, sem deixar contudo que a realidade penetre a alma com seus espinhos dilacerantes.
Um olhar de ternura e compaixão altera imediatamente a percepção espiritual acerca da paisagem que nos rodeia.
Cada fato, por mais triste ou sombrio, traz em si algo de bom e que vale a pena memorizar.
Entre a realidade e o coração, coloquemos o filtro do amor para que a alma registre, apesar de tudo, mais cores e menos dores. (Instituto André Luiz)


Que hoje seu dia seja diferente, especial!... Que o sorriso retorne, que o olhar brilhe novamente e que aqueles sonhos, tão largados e esquecidos, encontrem forças para voltar!
Que hoje você sinta que, de fato, o ontem ficou para trás e um novo dia surgiu feliz.
Use-o para sorrir, amar e perdoar, para VIVER em maiúsculas, para se libertar de sombras e esquecer desencantos passados.
A dor é lição, mas não esqueça: é passageira. Nosso destino final, pela vontade de Deus, chama-se FELICIDADE! (Instituto André Luiz)


Uma forma de agravar a enfermidade é preocupar-se sobre a sua causa, ou levar em consideração exagerada palavras que descrevem cada doença como consequência de determinado ato passado.
Nem toda doença é reparação do pretérito, assim como nem toda dor é pagamento da dor causada a outrem.
Quando é do interesse do encarnado, a doença surge como pausa à obtenção de novas luzes, imprescindíveis a etapas existenciais mais exigentes, ou para uma necessária ressignificação espiritual.
Cada enfermidade tem seu motivo, mas suas raízes repousam longe de nosso entendimento e juízo.
Serenidade, silêncio e prece nesta hora auxiliam enormemente, bem mais que palavras ou explicações.
Toda a nossa vida está traçada pelo Amor Maior.
Que permaneça em suas mãos compassivas o desenrolar e o desfecho da enfermidade de agora.
Roguemos pelo melhor, mas acatemos sempre, para nós e nossos amados, a indefectível vontade de Deus. (Instituto André Luiz)


Falou mal de você?
Por mais que machuque, o problema não é seu, é de quem falou.
Se você nada deve, não se preocupe.
Pertence a ele o despeito, a maldade e o veneno.
Ninguém critica o que não lhe interessa.
Então, ou você é, ou você tem o que o que o outro inveja e ataca.
Envolva as críticas negativas com o silêncio que tudo desarma, desculpando sempre.
Aos adversários, uma prece.
Ao mal, a força do bem.
Perante a calúnia, o poder do exemplo reto, a consciência tranquila.
Mostre quem você é, e o tempo mostrará a verdade. (Instituto André Luiz)