quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Não pensemos em dívidas. Pensemos em dádivas!

Certo, estamos em curso intensivo de sublimação... A inferioridade ainda nos marca: amamos em excesso e odiamos em demasia. Mas isso não significa que, por causa disso, devemos andar tristes por aí, sem alegria de viver, carrancudos e infelizes.
A nossa responsabilidade perante a vida é grande, mas Deus não nos colocou em escola escura e deprimente.
Tudo na Criação nos impele à alegria.
A Terra é um jardim a céu aberto nos convidando ao riso e à esperança.
Nossa escola se chama Amor.
Jesus é o Mestre e o caminho é luz.
Estamos longe ainda da angelitude, mas já bem distantes da animalidade.
Já sabemos muito, já aprendemos muito e já podemos ajudar, podemos até ensinar!
Então tristeza por que?
Não pensemos em dívidas. Pensemos em dádivas!
Alegria no rosto, sorriso nos lábios e gratidão no coração.
É assim que a Mãe Terra quer ver seus filhos.
É assim que devemos nos apresentar diante do Pai.
(Instituto André Luiz)

Um comentário:

  1. Boooommmm diaaaa, Instituto André Luiz!
    Que lindaaaa reflexão! Lindaaaa mensagem! Que pensemos em dádivas todos os dias! Ás vezes, os dias estão nebulosos, frios, densos...difíceis. Mas, é importante nos mantermos fortes! Penso que nos mantemos fortes quando temos fé em Deus, na vida, porque Deus é vida, é alegria, é serenidade, é tranquilidade, é paz, é gratidão, é paciência, é tolerância para com tudo e com todos principalmente num mundo tão turbulento como este, a qual estamos vivendo! Penso que mais do que nunca é necessário muiiiita oração sempre! Desejo uma abençoada sexta-feira! Muiiiita luz espiritual e muiiiitas vibrações positivas sempre!
    Fraterno abraço!

    ResponderExcluir