segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

"A cada dia basta seu mal", lembrou Jesus na encantadora exortação sobre os lírios do campo, em Mateus 6:26-34.
Lembrou que não devemos andar preocupados com o amanhã porque cabe ao amanhã cuidar de si mesmo.
Neste contexto podemos inserir também as contendas, as dissenções, as contrariedades, as más noticias e o que dizem de nós, contra nós.
As apreciações alheias costumam nos preocupar e, quando acontecem de forma negativa, causam aborrecimento e desejo de revide.
Mas se erguermos a barreira da prece sempre que lembrados pejorativamente por alguém ou por um grupo de pessoas, nada teremos a ver com eles, visto que o mal ficará circunscrito aos seus portadores.
Não precisamos e nem devemos nos sobrecarregar com negatividades que não nos pertencem.
A prece é a barreira sã nos levando ao perdão e consequentemente à paz e tranquilidade de espírito.
Falar mal ou provocar é problema de quem o faz.
Começa a ser nosso problema apenas quando revidamos.

Boa semana, Jesus nos abençoe a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário